Enfim #2022 | Dia 1 de 365

Será que estamos prontas para viver esses 365 dias da maneira que verdadeiramente gostaríamos?


E quando falo "gostaríamos", me refiro aquele sentimento bem íntimo, que nem mesmo a pessoa mais próxima da gente, que convive a anos, consegue imaginar tamanho é a sua vontade, escondida, calada e jamais dita. Aquela vontade que só você sabe. E a gente sabe que existem vontades nossas que jamais tivemos a coragem de dividir com alguém. E os motivos são muitos: vergonha, idade, tempo, achar que é loucura, que não merece, que é sonho alto de mais, e assim por diante.


Mas bem, não queria me prolongar muito neste quesito "gostaríamos" e sim no "estar prontas para viver esses 365 dias". Esse 2022 chega ainda tímido, cheio de dúvidas e muitas vontades de cada uma de nós aproveitarmos cada dia. Mas é isso que quero comentar e que tenho observado. A pandemia nos deixou com essa sede de querer aproveitar cada dia, mas sem pensar, sem planejar, sem organizar, sem futuro, sabe?! Até porque essa tal pandemia não nos permite pensar muito a longo prazo. Então acabamos não planejando mais nada, só querendo e desejando viver.


E sim, viver, essa palavra que nunca esteve tão em alta nesses último quase 2 anos confinados. Mas me permito ter uma pitada de audácia para dizer à você que sim, queremos viver mais que do que nunca, mas não coloque a pandemia como seu refúgio/bengala (use o termo que quiser entender que se trata de uma desculpa), para não ter a coragem de fazer o que "gostaria", imagina e sonha. E você que tem esses sonhos guardados a sete chaves aí, sabe que estou falando para você.


Não importa a situação em que nos encontramos, se é pandemia, crise econômica, política, força da natureza, não importa. Estamos falando de você, do que você "gostaria" de fazer, do seu sonho. E isso, definitivamente, não pode dar espaço a simplesmente viver sem um motivo maior, aquele motivo que faça você sentir o valor da vida, sabe?! Saber que, mesmo com os imprevistos da vida, você jamais vai desistir do que faz o seu coração disparar.


Temos, todos os dias, uma oportunidade de fazer o que queremos, o que acreditamos, o que nos faz feliz. Não são os 365 dias que vem pela frente que nos torna pessoas confiantes, diferentes, melhores. Não são as promessas que fazemos a meia-noite e um, do dia 1º, não são as simpatias, não são as previsões dos signos, não são o que os outros nos falam como devemos fazer nos próximos 365 dias. É você que sabe, lá no seu coração, na sua alma, no seu eu mais íntimo, o que deve fazer para ser você de forma pura, plena, e inteira.


Você sabe qual é o seu sonho e só você pode fazer ele virar realidade, todos os dias e não os próximos 365 dias. Eu adoro fazer a analogia do GPS, que sabemos onde estamos e onde queremos chegar. Sabemos o ponto de chegada, que é o nosso sonho, mas o trajeto, o percurso, nem sempre leva o mesmo tempo ou o caminho tranquilo que gostaríamos de percorrer. As vezes tem uma obra no meio do caminho, um desvio que parece ser mais prático e na verdade não era, um acidente, uma parada inesperada e tantos outros imprevistos. E muitos desistem de ir ao seu destino porque está lento demais, demorado demais, muitos imprevistos no caminho, e tudo isso é mais fácil desistir do que continuar.


Assim como o GPS, que você sabe o destino final, mas não sabe o que vai encontrar pelo caminho, o seu sonho também tem esses imprevistos, também exige paciência, também exige maturidade, também exige foco e o principal delas, a sua vontade de chegar lá. Essa vontade é que faz você seguir em frente, independente da dificuldade do percurso, você jamais vai desistir.


Portanto, o meu desejo para, não apenas os próximos 365 dias, mas para cada amanhecer, é que você coloque no seu GPS o seu sonho, o seu destino, a sua vontade de chegar lá, e não pare esse trajeto por nada nessa vida. Aquilo que mais queremos, acreditamos e desejamos, não vale perder espaço para o fracasso, para o mais fácil, para o óbvio, para o caminho mais tranquilo. E o caminho mais tranquilo, normalmente é aquele que te leva a realizar o sonho do outro e não o seu. Você aprende a técnica, entra na rotina, e faz isso por anos, e nem sempre feliz, mas faz.


Lute pelo seu sonho e não abandone o seu destino final, porque quando você chegar lá, vai descobrir o verdadeiro significado da palavra viver, e ainda vai ganhar a melhor sensação do mundo, que é se orgulhar de você jamais ter desistido. Como bem diz uma parte da música "quando não houver saída, quando não houver mais solução, ainda há de haver saída, nenhuma ideia vale uma vida", reforço, ainda há de haver saída. Eu já ajustei o meu GPS e só vou parar quando no meu destino eu chegar. E você?


Com carinho,

Michelle Castro. | @mundoexecutiva

01/01/2022.




49 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo